O comprometimento global é uma obrigação

 

Algumas vezes me perguntam o motivo pelo qual a Faber-Castell voluntariamente assinou uma carta social – válida em todo o mundo – que proíbe a discriminação e o trabalho infantil em todas as suas fábricas e que garante que todas as outras condições de trabalho da Organização Internacional do Trabalho (OIT) sejam cumpridas. Como defensor de uma economia de livre mercado, é uma obrigação e algo que considero natural enfrentar os desafios da globalização. Seguindo a tradição de responsabilidade à qual meu tataravô se dedicou com suas ações sociais pioneiras, desejamos oferecer condições de trabalho humanas em todo o mundo e também ajudar nossos colaboradores a obter melhores padrão e qualidade de vida. Isso garante a viabilidade a longo prazo não apenas para nossos colaboradores, mas também para a Faber-Castell como um todo.

 

Não é necessário ser um visionário para enxergar a enorme importância de preservar os recursos naturais para as gerações futuras. Madeira e árvores são um assunto que gera polêmica em vários círculos. É por isso que temos muito orgulho do fato de que, em 1989, a Faber-Castell deu início a um projeto florestal que ainda hoje é referência no setor. Os 10 mil hectares de floresta de pinus que manejamos, a fonte de matérias-primas para a fabricação de nossos lápis pretos e coloridos, são certificados desde 1999.

 

A Faber-Castell se uniu ao "Pacto Global" da ONU em junho de 2003, o que nos torna uma das primeiras empresas de médio porte a encarar os desafios sociais, ecológicos e econômicos da globalização como parte de uma aliança cooperativa entre a política e o setor privado. Gostaria muito que as empresas seguissem o exemplo da Faber-Castell, dando vida, com ações práticas, a palavras tão utilizadas como “sustentável”. E  também espero que os políticos continuem trabalhando na criação de melhores condições para que as indústrias possam agir de forma responsável.

 

Conde A.W. von Faber-Castell

(Presidente, Grupo de Empresas Faber-Castell)

 
© 1761-2014 Faber-Castell | Última Atualização: 31.01.2014