Quais invenções a Faber-Castell pode reivindicar para si?

 
 

1. Escala de dureza - Lothar Faber (1812-1896) foi o primeiro a definir uma consistente escala de dureza (ver acima). Essa se tornou uma norma internacional.

2. Lápis marca-nome - Lothar Faber também foi o primeiro fabricante a imprimir seu próprio nome nos seus lápis, os quais constituíram-se no primeiro implemento de marca-nome do mundo.

3. Adesivo de alta aderência - Nos anos 60, a Faber-Castell inventou uma técnica de colagem adesiva para grafite preta e lápis de cor que preveniu incompatibilidades das grafites, a camada técnica Sekural. O segredo é usar dois adesivos diferentes: as duas tabuinhas são coladas junto com um adesivo de madeira, e um adesivo elástico, especialmente desenvolvido para aderir à grafite. Mesmo derrubando um lápis Faber-Castell do alto de um telhado, tanto a mina, quanto o corpo do lápis, mantém-se perfeitos.

4. Grip 2001- A Faber-Castell possui a patente do lápis grafite Grip 2001, o lápis do terceiro milênio. A patente abrange em particular o modo pelo qual as esferas antideslizantes são aplicadas ao lápis, garantindo um maior conforto e facilitando a pega e o uso. Seu material (pintura à base de água) também é patenteado.

5. Conceito GRIP - o mais novo lançmento da Faber-Castell que une design e funcionalidade.

6. Lápis Max - O lápis com um grafite muito mais macio e resistente – a partir de estudos com nanotecnologia.

7. Castell 9000 - altíssima qualidade do lápis grafite com diferentes graduações. O Castell 9000 comemora 100 anos e será produzido no Brasil a partir deste ano (2005).

 
 
© 1761-2016 Faber-Castell | Última Atualização: 25.09.2012